Comece a fazer sua compostagem em casa – Árbore Engenharia

Comece a fazer sua compostagem em casa

Publicado em: 05/02/21


 

Comece com pequenas quantidades de resíduos e aprenda em 5 passos

 

Algumas atitudes simples dentro de casa podem fazer uma diferença enorme para o meio ambiente. E a compostagem é uma ótima solução para reduzir o volume de resíduos que são destinados aos aterros sanitários e geram mau cheiro. Além disso, evitamos acúmulo de lixo nas ruas. A compostagem é um processo de transformação de matéria orgânica em adubo orgânico, e o resultado pode ser utilizado na agricultura ou em jardins e plantas.

 

Para quem nunca fez este processo, vamos trazer aqui uma dica da @plataformarss, dividida em 5 passos. Este procedimento é baseado no Método Lages de Compostagem. Comece com pequenas quantidades de resíduos (de 1 a 2 quilos por semana) e prepare o início da compostagem da seguinte forma:

 

1º passo:

Separe os resíduos orgânicos gerados em sua cozinha como por exemplo restos de frutas e vegetais, sobras de alimentos cozidos, guardanapos de papel, filtros e pó de café. No caso de pedaços maiores, pique para facilitar a decomposição.

 

2º passo:

Misture serragem e/ou folhas secas nos resíduos separados (3 partes para 1 respectivamente). No caso de resíduos cozidos são indicadas serragens mais grossas ou folhas secas. Para resíduos crus pode utilizar uma serragem mais fina.

 

3º passo:

Reserve um espaço do seu jardim, uma jardineira ou um vaso onde você possa depositar os resíduos orgânicos em pilhas de 20 a 30 cm. Cubra o resíduo com folhas secas ou serragem em quantidade suficiente para evitar a exposição do material e, consequentemente, o mau odor ou o aparecimento de insetos.

 

4º passo:

Fure os resíduos depositados diariamente, com um espeto, para permitir a oxigenação. Se forem somente sobras de alimentos cozidos revolva com uma pá. Cubra novamente com serragem e/ou folhas secas se necessário.

 

5º passo:

Em aproximadamente 4 semanas a 6 semanas, quando os resíduos estiverem escuros, com a aparência de uma terra, plante mudas, utilize para nutrir vasos e jardins e/ou para substituir a serragem em novos processos de compostagem.

 

Cuidados necessários:

– Inicie com pequenas quantidades de resíduos para evitar moscas e o mau odor no local;

– Use e abuse das folhas secas, sobras de madeiras ou ferragens do tipo maravalha para misturar aos resíduos de forma a permitir a oxigenação e acelerar o processo;

– Para quem já pratica compostagem, o composto anterior substitui a serragem e as folhas secas.

 

Contribuição: @plataformarss e @viage_nacomida

Escreva sua resposta

Seu e-mail não será publicado.

*
*