Diretor da Árbore Engenharia fala sobre perspectivas da construção civil em entrevista na Rede Brasil de Televisão – Árbore Engenharia

Diretor da Árbore Engenharia fala sobre perspectivas da construção civil em entrevista na Rede Brasil de Televisão

Publicado em: 31/01/22


Programa RB Notícias tratou sobre o otimismo do setor para 2022 e fez uma análise do crescimento no mercado imobiliário nos dois anos de pandemia

 

O grande termômetro da economia brasileira, o mercado imobiliário e de construção civil começa 2022 otimista e com dados relevantes. Após aumento da taxa Selic, inflação, aliado aos altos custos de produção, o setor mostra recuperação em seus resultados: gerou 310 mil postos formais de trabalho nos últimos doze meses. Fatores como entrada de um ano eleitoral, e a retomada de discussões de políticas habitacionais, bem como o déficit habitacional e a necessidade de uma casa própria corroborada por dois anos de pandemia, alimentam as boas perspectivas do setor.

Esse e outros temas foram discutidos durante entrevista do Diretor da Árbore Engenharia, César Ferreira da Silveira, ao jornalista Hermano Henning, ao RB Notícias, da Rede Brasil de Televisão. César Ferreira da Silveira é Engenheiro Civil formado pela Universidade Federal de Minas Gerais, pós-graduado em Negócios Imobiliários pela Fundação Mineira de Educação e Cultura e fundou a Árbore Engenharia em 1998.

 

“2021 foi um ano surpreendente, e um dos setores mais resilientes na pandemia nos mostrou a importância de se ter a casa própria.  O brasileiro sentiu a dificuldade de se morar em um ambiente que não é favorável ao trabalho (home office) e valorizou a casa própria. Tivemos um recorde de empréstimos SBPE (atrelados à poupança), isso porque os juros nunca estiveram tão baixos, muito próximos aos juros do Casa Verde e Amarela”, disse César durante análise dos resultados do ano passado.

 

Os números comprovam o otimismo. Um levantamento recente divulgado pela Caixa Econômica Federal mostra que a Caixa fechou 2021 com uma carteira de 6,1 milhões de contratos ativos no financiamento habitacional e lidera o mercado do segmento, com 66,3% do total. Mais da metade das concessões, o equivalente a R$ 82,8 bilhões, foi através dos recursos do SBPE (que teve alta de 54,1% em um ano e apresentou crescimento de 513,4% desde 2018).

“2022 vai ser um ano de muita produção. Um ano de muito trabalho do que se vendeu em 2020 e 2021. E a gente espera que seja um ano de muita discussão de políticas habitacionais, até por conta de ser um ano eleitoral. É um desafio, mas confiamos que com o tempo haja queda da taxa de juros e que possamos incluir cada vez mais famílias na casa própria”, completou César.

 

2ª MORADIA OU INVESTIMENTO

 

Uma outra grande surpresa vinda com a pandemia são os resultados da região Nordeste com a grande procura de clientes de empreendimentos de alto padrão para investimento ou até mesmo segunda moradia. “O brasileiro redescobriu o Brasil, após passar praticamente dois anos sem a possibilidade de viagens ao exterior. Temos lugares fantásticos, identificamos oportunidades em Pernambuco e lançamos os empreendimentos de segunda moradia com sucesso, tanto pra investimento quanto uma segunda casa pra um home office mais confortável em lugares paradisíacos, com áreas externas exclusivas”, completou o Diretor da Árbore Engenharia, César Ferreira da Silveira.

 

 

 

 

 

Escreva sua resposta

Seu e-mail não será publicado.

*
*